As Escrituras na Vida dos Filhos de Deus


Material extraído da apostila “Autoridade e Suficiência das Escrituras” de Marcelo Berti e Vlademir Hernandes.

Artigo redigido por Vlademir Hernandes.

Bom Proveito!

——————————-

1. Boas Práticas a Serem Adotadas

O Salmo 119 traz vários vocábulos para se referir à Palavra de Deus:

  • 1.  towrah – Lei
  • 2.  edah – Prescrições; testemunhos
  • 3.  piqquwd – Mandamentos, preceitos, estatutos
  • 4.  choq – Tarefa; obrigação, decreto
  • 5.  mitsvah – Mandamentos (os 10)
  • 6.  mishpa) – Juízos, julgamentos, justiça, critério de decisão
  • 7. imrah – Palavra, fala

Dar o devido valor

“Para mim vale mais a lei (towrah) que procede de tua boca do que milhares de ouro ou de prata.” (Sl 119:72 RA) “A minha alma tem observado os teus testemunhos („edah); eu os amo ardentemente.” (Sl 119:167 RA) “Eis que tenho suspirado pelos teus preceitos (piqquwd); vivifica-me por tua justiça.” (Sl 119:40 RA) “Os teus decretos (choq) são motivo dos meus cânticos, na casa da minha peregrinação.” (Sl 119:54 RA) “Tenho visto que toda perfeição tem seu limite; mas o teu mandamento (mitsvah) é ilimitado.” (Sl 119:96 RA) “Puríssima é a tua palavra („imrah); por isso, o teu servo a estima.” (Sl 119:140 RA) “Consumida está a minha alma (BLH-O meu coração sofre, ansioso) por desejar, incessantemente, os teus juízos (mishpat).” (Sl 119:20 RA) “Amo os teus mandamentos (mitsvah) mais do que o ouro, mais do que o ouro refinado.” (Sl 119:127 RA)

Desenvolver hábitos sistemáticos (cotidianos)

“Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!” (Sl 119:97 RA)

  • Esses hábitos devem maximizar nosso aproveitamento das verdades reveladas pelo Senhor na Sua Palavra.
  • Esse processo de “maximização” do aproveitamento pode ser comparado a um sistema de computação: 
    • “Input” – Leitura, audição

“Até à minha chegada, aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino.” (1Tm 4:13 RA)

“Também, quando se assentar no trono do seu reino, escreverá para si um traslado desta lei num livro, do que está diante dos levitas sacerdotes. E o terá consigo e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer o SENHOR, seu Deus, a fim de guardar todas as palavras desta lei e estes estatutos, para os cumprir. Isto fará para que o seu coração não se eleve sobre os seus irmãos e não se aparte do mandamento, nem para a direita nem para a esquerda; de sorte que prolongue os dias no seu reino, ele e seus filhos no meio de Israel.” (Dt 17:18-20 RA) “E, uma vez lida esta epístola perante vós, providenciai por que seja também lida na igreja dos laodicenses; e a dos de Laodicéia, lede-a igualmente perante vós.” (Cl 4:16 RA)

    • “processamento”
      • Meditação

“Compreendo mais do que todos os meus mestres, porque medito nos teus testemunhos.” (Sl 119:99 RA) “Os meus olhos antecipam-se às vigílias noturnas, para que eu medite nas tuas palavras.” (Sl 119:148 RA). “Eu fico acordado a noite inteira para meditar na tua palavra.” (BLH)

      • Estudo

“Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino.” (1Tm 5:17 RA) “E logo, durante a noite, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Beréia; ali chegados, dirigiram-se à sinagoga dos judeus. Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando (anakrinw- investigar, fazer perguntas, inquirir) as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.” (At 17:10-11 RA) “Render-te-ei graças com integridade de coração, quando tiver aprendido os teus retos juízos.” (Sl 119:7 RA) “Pois Esdras tinha decidido dedicar-se a estudar a Lei do Senhor e a praticá-la, e a ensinar os seus decretos e mandamentos aos israelitas.” (Ed 7:10 NVI)

      • “Armazenamento” – Memorização

 “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.” (Sl 119:11 RA) “Bendito és tu, SENHOR; ensina-me os teus preceitos. Com os lábios tenho narrado todos os juízos da tua boca.” (Sl 119:12-13 RA) “Com os lábios repito todas as leis que promulgaste.” (Sl 119:13 NVI)

    • “Output”
      • Benefícios para si e para o Reino

2. Benefícios que as Escrituras proporcionam

Consideraremos alguns dos benefícios obtidos por alguém que zela pela Palavra de Deus, conforme o Salmo 119.

Temos aqui 10 benefícios selecionados:

1. As Escrituras promovem o desenvolvimento de um amor genuíno por seu Autor

 “Viva a minha alma para louvar-te; ajudem-me os teus juízos.” (Sl 119:175 RA) “De todo o coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos. Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.” (Sl 119:10-11 RA) “O SENHOR é a minha porção (herança, bem); eu disse que guardaria as tuas palavras.” (Sl 119:57 RA) “Profiram louvor os meus lábios, pois me ensinas os teus decretos.” (Sl 119:171 RA) “Se me amais, guardareis os meus mandamentos.” (Jo 14:15 RA) “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele.” (Jo 14:21 RA) Porque nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. (1 Jo 5:3 NVI)

2. As Escrituras promovem a coerência com o propósito correto da vida

  • Nosso lar não é aqui. Somos forasteiros à serviço do Senhor.

“Sê generoso para com o teu servo, para que eu viva e observe a tua palavra. Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei. Sou peregrino (estrangeiro, estranho) na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.” (Sl 119:17-19 RA)

“Os teus decretos são motivo dos meus cânticos, na casa da minha peregrinação (BLH-Na minha curta vida aqui na terra).” (Sl 119:54 RA)

3. As Escrituras proporcionam alegria e prazer

“Não fosse a tua lei ter sido o meu prazer, há muito já teria eu perecido na minha angústia.” (Sl 119:92 RA) “Folgo (alegro-me) com a tua palavra, como aquele que acha um grande despojo.” (Sl 119:162 RC) “Terei prazer nos teus mandamentos, os quais eu amo.” (Sl 119:47 RA) “Mais me regozijo com o caminho dos teus testemunhos do que com todas as riquezas.” (Sl 119:14 RA) “Com efeito, os teus testemunhos são o meu prazer, são os meus conselheiros.” (Sl 119:24 RA) “Eis que tenho suspirado pelos teus preceitos; vivifica-me por tua justiça.” (Sl 119:40 RA)

4.  As Escrituras promovem um aumento de sabedoria

“Os teus mandamentos me fazem mais sábio que os meus inimigos; porque, aqueles, eu os tenho sempre comigo.” (Sl 119:98 RA) “Compreendo mais do que todos os meus mestres, porque medito nos teus testemunhos.” (Sl 119:99 RA) “Eterna é a justiça dos teus testemunhos; dá-me a inteligência deles, e viverei.” (Sl 119:144 RA) “Eu me apresso em obedecer aos teus mandamentos porque assim tu me darás mais entendimento.(RC-quando dilatares o meu coração)” (Sl 119:32 BLH)

5. As Escrituras auxiliam na tomada de decisões

Escolhi o caminho da fidelidade e decidi-me pelos teus juízos.” (Sl 119:30 RA) “Com efeito, os teus testemunhos são o meu prazer, são os meus conselheiros.” (Sl 119:24 RA) “Induzo o coração a guardar os teus decretos, para sempre, até ao fim.” (Sl 119:112 RA) “Arrepia-se-me a carne com temor de ti, e temo os teus juízos.” (Sl 119:120 RA) “A revelação das tuas palavras esclarece e dá entendimento aos simples.” (Sl 119:130 RA)

6. As Escrituras orientam a conduta e promovem mudança de vida

“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.” (Sl 119:105 RA) “Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca.” (Sl 119:4 RA) “Firma os meus passos na tua palavra, e não me domine iniqüidade alguma.” (Sl 119:133 RA) “Muita paz têm os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço.” (Sl 119:165 RC) “Inclina-me o coração aos teus testemunhos e não à cobiça. Desvia os meus olhos, para que não vejam a vaidade, e vivifica-me no teu caminho.” (Sl 119:36-37 RA) “Firma os meus passos na tua palavra, e não me domine (exerça poder) iniqüidade alguma.” (Sl 119:133 RA) “Outra razão ainda temos nós para, incessantemente, dar graças a Deus: é que, tendo vós recebido a palavra que de nós ouvistes, que é de Deus, acolhestes não como palavra de homens, e sim como, em verdade é, a palavra de Deus, a qual, com efeito, está operando eficazmente em vós, os que credes.”(1 Ts 2:13)

7. As Escrituras ajudam a resistir às tentações

“De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra.” (Sl 119:9 RA) “A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. Então, o tentador, aproximando-se, lhe disse: Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães. Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus. Então, o diabo o levou à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo e lhe disse: Se és Filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: Eles te susterão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra. Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus. Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto. Com isto, o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram.” (Mt 4:1-11 RA)

8. As Escrituras são úteis nas aflições

“Sobre mim vieram tribulação e angústia; todavia, os teus mandamentos são o meu prazer.” (Sl 119:143 RA) “A minha alma, de tristeza, verte lágrimas; fortalece-me segundo a tua palavra.” (Sl 119:28 RA)

“Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos.” (Sl 119:71 RA) “Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra.” (Sl 119:67 RA) “Bem sei, ó SENHOR, que os teus juízos são justos e que com fidelidade me afligiste. Venha, pois, a tua bondade consolar-me, segundo a palavra que deste ao teu servo. Baixem sobre mim as tuas misericórdias, para que eu viva; pois na tua lei está o meu prazer.” (Sl 119:75-77 RA)

9. As Escrituras são fundamentais à saúde do Corpo de Cristo

Companheiro sou de todos os que te temem e dos que guardam os teus preceitos.” (Sl 119:63 RA)

  • Na igreja, essa relação de companheirismo deve necessariamente estar marcada pela ministração mútua da Palavra:

 Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração” (Cl 3:16 RA)

  • A Palavra deve ser a fonte de autoridade dos líderes:

apegado à palavra fiel, que é segundo a doutrina, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem.” (Tt 1:9 RA)

10. As Escrituras impulsionam à proclamação

Quem é apegado à palavra, prega a palavra.

Não tires jamais de minha boca a palavra da verdade, pois tenho esperado nos teus juízos. Assim, observarei de contínuo a tua lei, para todo o sempre. E andarei com largueza (RC-em liberdade), pois me empenho pelos teus preceitos. Também falarei dos teus testemunhos na presença dos reis e não me envergonharei.” (Sl 119:43-46 RA)