Defina sua Identidade e Propósito


O primeiro passo a ser dado em uma vida evangelizadora é o reconhecimento da sua identidade como filho de Deus, de seus benefício, privilégios e responsabilidades para com Deus, nossos irmãos e com o mundo.

A.    Relacionamento com Deus:

O mais importante de todos os nossos relacionamentos é o Relacionamento com Deus. Enquanto vivemos para adorá-lo e glorificá-lo em todas as atividades da nossa vida (1Co.10.31), Deus em Sua graça realiza sua obra em nós nos habilitando a viver de modo adequado diante de Sua Presença. É por isso que o primeiro e maior mandamento é: “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. Este é o grande e primeiro mandamento” (Mt.22.37-38; Dt.6.5). Por isto, o Objetivo maior do homem é Glorificar a Deus e desfrutar desse relacionamento por toda a Eternidade.

B.    Relacionamento com irmãos:

Nosso relacionamento com Deus deve ser de tal forma que nossos outros relacionamentos sejam influenciados positivamente. O Amor deve ser o débito que temos com outras pessoas, nem uma outra coisa a mais. O Amor deve ser a constante dívida que devemos ter com outras pessoas. Contudo, a prática correta do conceito da dívida do amor é a constante retribuição ou restituição de sua dívida. Observe o que Paulo fala sobre isso: “ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros” (Rm.13.8a). Esse reconhecimento de constante dívida e restituição é a essência da prática da Lei: “pois quem ama o próximo tem cumprido a lei” (Rm.13.8b). Não existe como compreendermos a Prática da Lei se longe de nós estiver a consciência da Prática do Amor. Esse é nosso dever para com nossos irmãos.

C.    Relacionamento com não cristãos:

Do mesmo modo que devemos a nossos irmãos a demonstração do Amor de Cristo, nós também o devemos àqueles que não conhecem a Cristo. Paulo fala que não devemos dever a ninguém.  É nesse momento que nos lembramos do ensino de Cristo sobre o amor: “O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt.22.39; Lv.19.18). Da composição desses dois mandamentos, segundo Jesus, “dependem toda a Lei e os Profetas” (Mt.22.40). Ou seja, nós temos uma dívida para com o Mundo que é Amar e demonstrar o Amor de Deus a todas as pessoas. A essa atitude chamamos Evangelização.

D.    Nosso Propósito:

Para nos ajudar a compreender qual é nossa missão nessa terra, Paulo nos instrui: “Visto que, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que crêem por meio da loucura da pregação” (1Co.1.21). Há nessa declaração uma Santa Parceria: Deus é quem salva, mas Ele o faz por intermédio da pregação do Evangelho. Assim, nosso relacionamento com Deus é de tal forma bem estabelecido que na dependência Dele, levamos Sua Palavra e Verdade para que outras pessoas possam ser alcançadas por Sua Graça. Não nos interessa o que o mundo busca, “nós, porém, pregamos a Cristo crucificado” (1Co.1.23).

Um comentário sobre “Defina sua Identidade e Propósito

  1. Pingback: Melhore sua Evangelização « Scripturae Lectionarium

Os comentários estão desativados.