Por uma Reforma na Igreja Brasileira

Enquanto comemoramos e refletimos a respeito da Reforma Protestante, uma pergunta ainda nos resta: Será que a Igreja Brasileira não precisa passar por uma reforma? Será que não precisamos voltar às escrituras, ao Cristo ressurreto, ao evangelho? Já não basta mais relembrar a história, a teologia e a mensagem da Reforma Protestante se nós não estamos dispostos a batalhar pela Reforma da igreja brasileira hoje. A única razão que nos faz olhar para o passado e relembrar nossas raízes é nos preparar para lutarmos no presente por uma igreja centrada em Cristo no futuro. É por isso que nesse post, deixo dois comentários a respeito da igreja Brasileira feitos por teólogos brasileiros sobre a necessidade de uma reforma genuína para Nossa Igreja Brasileira. Continue lendo “Por uma Reforma na Igreja Brasileira”

Eu também tenho um sonho

No dia 28 de Agosto de 1963 nos degraus do Lincoln Memorial em Washington D.C., Martin Luther King proferiu um discurso que defendia a integração e relacionamento interracial nos Estados Unidos que ficou internacionalmente conhecido como “I have a dream” (Eu tenho um sonho). O sonho de Martin Luther King era fundamentado no sonho americano de liberdade e igualdade, no qual descendentes de escravos e filhos de donos de escravos pudessem viver em harmonia, de modo que as crianças pudessem viver em uma nação que não julga a cor da pele, mas que se interessa pelo conteúdo do seu caráter. Seu sonho alimentou centenas de milhares de pessoas ao redor do mundo, e seu discurso inflamou outras centenas de milhares na luta pela igualdade e liberdade ao redor do mundo. Seu sonho foi revolucionário, e ainda hoje é desafiador. Continue lendo “Eu também tenho um sonho”

Pregação Expositiva

por Mark Denver

Devemos começar por onde Deus começou – Ele falou conosco. É assim que adquirimos nossa saúde espiritual, e é assim também que a saúde de nossas igrejas será adquirida. Algo especialmente importante para qualquer líder na igreja, mas particularmente para o pastor da igreja é um compromisso com a pregação expositiva, um dos mais antigos métodos de pregação. Isto é uma pregação que tem como objetivo expor o que uma passagem das escrituras diz, explicar o seu significado cuidadosamente e aplicá-lo à congregação (veja Neemias 8.8). Existem, logicamente, outros tipos de pregações. Sermões tópicos, por exemplo, aglomeram todos os ensinamentos das Escrituras sobre um assunto, como oração ou finanças. A pregação biográfica pega a vida de um personagem bíblico e a expõe como um retrato da graça de Deus e um exemplo de esperança e fidelidade. Contudo, a pregação expositiva é algo diferente – é uma explicação e aplicação de uma porção específica da Palavra de Deus. Pregação expositiva não é fundamentalmente uma questão de estilo. Continue lendo “Pregação Expositiva”

A Igreja Ideal

por John MacArthur

1 Tessalonicenses 1.1-10

Fica bem evidente na Palavra de Deus que a finalidade principal de Deus, ao criar o homem, era ter um povo. sobre o qual pudesse dizer: “Eu sou deles, e eles são meus. Eu serei seu Deus e eles serão o meu povo.” Este é o plano geral de Deus que aparece continuamente através das Escrituras: chamar um povo para o Seu nome.

A notável história bíblica narra a maneira como Deus ainda continuou com o seu propósito de chamar um povo para o Seu nome, apesar, em primeiro lugar, da queda de Adão que corrompeu o plano inicial; e, em segundo lugar, do constante pecado e rejeição final de Israel, que fez com que Deus se voltasse para o que chamamos e a Bíblia chama de A Igreja, o Corpo constituído por aqueles que crêem. A Igreja é de Cristo. Ela é de fato, na terra, uma extensão visível da vida de Cristo. Continue lendo “A Igreja Ideal”

Nossa Igreja Brasileira – Uma Análise (4/4)

Pontos de Atenção

Nem tudo são flores, nem mesmo com AR. O autor deste livro me impressiona com seu modo de escrever e pensar sobre o cristianismo. Já participei de palestras com o mesmo, já li artigos em seu blog, comentários de outros eventos que não pude participar e confesso, tenho afeição pelo modo que ensina e como é hábil ao movimentar jovens a ação. Continue lendo “Nossa Igreja Brasileira – Uma Análise (4/4)”

Nossa Igreja Brasileira – Uma Análise (3/4)

Sugestões de Melhorias/Acertos propostos

AR quando inicia a falar sobre suas propostas de acerto, ou quem sabe de melhoria, ele inicia por demonstrar a situação da sociedade como evidência de uma falha moral e espiritual da Igreja. A visão de AR em geral é essencialmente fundamentada na Teologia da Missão integral. Segundo Ed René Kivitz:

A proposta da missão integral como agenda ministerial para a Igreja é mais do que evangelismo pessoal e assistência social; é convocação para rendição ao senhorio de Cristo, para perdão dos pecados e recebimento do dom do Espírito Santo (Missão Integral§) Continue lendo “Nossa Igreja Brasileira – Uma Análise (3/4)”

Nossa Igreja Brasileira – Uma Análise (1/4)

Informações Gerais sobre o Livro

Livro: Nossa Igreja Brasileira

Autor: Ariovaldo Ramos

Editora: Hagnos (http://hagnos.com.br/)

Descrição da Editora: O livro apresenta uma visão recente da igreja brasileira. Analisa as tendências da igreja atual e dos desafios de ser cristão e igreja no contexto brasileiro e dá ao leitor a oportunidade de refletir sobre a essência bíblica e a Prática da igreja e de avaliar rumos para um desenvolvimento ministerial relevante dentro da sociedade contemporânea. Continue lendo “Nossa Igreja Brasileira – Uma Análise (1/4)”

A Igreja de Cristo como Comunidade (At.4.32-35)

A Igreja de Cristo como Comunidade (At.4.32-35):

“Por que a Igreja é importante? Que diferença ela faz? Em primeiro lugar, podemos dizer que a igreja é extremamente importante neste mundo porque fornece o contexto em que ocorre a cura substancial nas relações interpessoais. É na igreja local que pessoas de diferentes idades, origens, etnias, culturas, formações e níveis sociais são convidadas a viver em plena harmonia, formando uma verdadeira família”.

Marcos Mendes Granconato Continue lendo “A Igreja de Cristo como Comunidade (At.4.32-35)”

A vida da Igreja de Cristo em Atos (At.2.42-47)

O livro de Atos não é um livro doutrinário, como já vimos, mas é um livro repleto de informações doutrinárias. As ênfases sobre a doutrina da Igreja são feitas a partir da história, e consequentemente pela prática. Lucos não intenciona em seu relato julgar se a prática da Igreja de Deus é correta ou não, mas a coloca a prática da igreja primitiva como padrão a ser seguido. Portanto, o que vemos em Atos não é um guia para a doutrina da Igreja, mas para o exercício efetivo da vontade de Deus por meio da igreja. Isso está em acordo com Ef.3.10 que o objetivo da Igreja é fazer a multiforme sabedoria de Deus conhecida em todos os lugares segundo o eterno propósito de Deus  que estabeleceu em Cristo Jesus. Continue lendo “A vida da Igreja de Cristo em Atos (At.2.42-47)”