Apostasia e Arrebatamento

No texto de 2 Tess 2:3 nós lemos: “Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição.” De acordo com alguns dispensacionalistas clássicos, nesse texto Paulo usa a expressão grega ἡ ἀποστασία como uma referência ao arrebatamento da igreja. O argumento é baseado na apresentação da evidência léxica e da estrutura da passagem. Continue lendo “Apostasia e Arrebatamento”

Como entender Filipenses 3.11?

“Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo, ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé; para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte; para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos. Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus”

Paulo de Tarso, Carta aos Filipenses. 3.8-11 Continue lendo “Como entender Filipenses 3.11?”