A Pregação como Exegese Pública: A Centralidade da Escritura

ORIGINALMENTE PUBLICADO NO VOLTEMOS AO EVANGELHO A prática da exposição das Escrituras é uma das mais importantes tarefas do ministério pastoral[1]e frequentemente estudantes de teologia e pastores no início de sua jornada ministerial tem grande dificuldade em colocar essa disciplina em prática. A diversidade de métodos e propostas, gostos e preferências pessoais do pastor eContinuar lendo “A Pregação como Exegese Pública: A Centralidade da Escritura”

Deus é o responsável pelo crescimento da Igreja

E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos – Atos 2:47 Essa sentença é a parte final do verso 47 de Atos 2. Segundo a tradução apresentada (NVI), existe um processo de acrescentar à Igreja aqueles que diariamente estavam sendo salvos pela proclamação do evangelho feita pelos cristãos. Tal ação éContinuar lendo “Deus é o responsável pelo crescimento da Igreja”

Perigos na Interpretação

Recentemente escrevi um artigo que chamou a atenção de muitas pessoas por seu conteúdo relativamente polêmico. No post O Papa, Pedro e a Pedra apresentei minha preferência na interpretação do texto de Mateus 16.18, e afirmei que a pedra referida por Cristo naquela passagem, refere-se a Pedro, e não à confissão de Pedro ou a JesusContinuar lendo “Perigos na Interpretação”