A Versão Copta Saídica e a Divindade de Cristo

Em Março de 1923, a cerca de 45 kilômetros ao sul de Asyult, entre Cairo e as montanhas de Aswan no lado leste do rio Nilo próximo ao vilarejo de Hamamieh, num antigo cemitério do período Romano, Guy Brunton encontrou um vaso de barro enterrado perto de antigas sepulturas Coptas. Nesse vaso, Brunton encontrou um grupo de manuscritos que pareciam serem feitos de papiros que estavam enrolados e bem preservados. Tratava-se de um documento com características litúrgicas (ou seja, um documento utilizado por uma comunidade cristã e não por um indivíduo), que parecia ter sido usado por um bom tempo e que, por sua grafia defeituosa e desgaste, teria sido enterrado naquele cemitério. Naquele momento não se tinha a dimensão da grandiosidade daquela descoberta: Entretanto, esse documento veio mais tarde a ser identificado como o mais antigo manuscrito do evangelho de João em língua Copta jamais encontrado. Continue lendo “A Versão Copta Saídica e a Divindade de Cristo”

“Adorar a Jesus é idolatria”

Adorar a Jesus é idolatria,” de acordo com a Sociedade Torre da Vigia [STV]. De acordo com essa entidade religiosa, “a Bíblia deixa bem claro […] que a adoração — no sentido de reverência e devoção religiosas — deve ser dirigida unicamente a Deus. Moisés o descreveu como ‘um Deus que exige devoção exclusiva’.” [É correto adorar a Jesus? – Despertai, 2000, pp.27]. Oferecer adoração a Jesus Cristo seria uma violação desse princípio, e portanto, um ato de idolatria. De acordo com a STV, Jesus é digno da nossa homenagem, mas não da nossa adoração, afinal, apenas Jeová é digno de adoração. Continue lendo ““Adorar a Jesus é idolatria””

Foi o Tetragrama usado nos originais no NT?

Qualquer cristão que já teve contato com a versão do Novo Testamento produzido pela Sociedade Torre da Vigia sabe que um dos princípios de tradução usados pelos anônimos tradutores da Tradução do Novo Mundo (TNM) foi incluir o termo Jeová nas ocasiões em que acreditam refletir um suposto original desconhecido que teria usado o Tetragrama naquele mesmo lugar. E acredite se quiser, eles acreditam que isso aconteceu 237 vezes em todo o NT. O pressuposto para tal inserção é simples: O Tetragrama foi usado no Antigo Testamento recorrentemente, e portanto, é evidente que os escritores judeus dos livros do Novo Testamento também o usaram. Continue lendo “Foi o Tetragrama usado nos originais no NT?”

Em que sentido Jesus é o princípio da Criação?

Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Estas coisas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus (Ap.3:14 ARA)

O livro de Apocalipse, como se sabe, é um livro cheio de símbolos e termos figurados, dos quais alguns são aplicados a Cristo. Vemos nesse verso Cristo ser chamado de Amém, algo que não acontece em nenhum outro lugar no NT. Ele também é chamado de Alfa e Ômega, entre outros títulos que recebe. Continue lendo “Em que sentido Jesus é o princípio da Criação?”

1975: Quando o fim não veio

“É verdade que houve aqueles que em tempo passados anunciaram o fim do mundo, até mesmo anunciando uma data específica. Alguns ajuntaram grupos de pessoas a eles e fugiram para as colinas ou se retiraram para suas casas, aguardando o fim. Todavia, nada aconteceu. O fim não veio. Eram culpados per profetizar falsamente. Por que? O que estava faltando? Faltava a plena medida de evidência exigida em cumprimento da profecia bíblica. O que tais pessoas não tinham eram as verdades de Deus e a evidência de que Ele as guiava e usava” – Despertai de 22 de Abril de 1969, pp23

Continue lendo “1975: Quando o fim não veio”

Como assim [outras] coisas?

Será que Colossenses 1:16, 17 (ALA) exclui Jesus de ter sido criado, ao dizer “nele foram criadas todas as cousas . . . tudo foi criado por meio dele e para ele”? A palavra grega traduzida aqui por “todas” é pán‧ta, forma flexionada de pas. Em Lucas 13:2, ALA traduz isso por “todos os outros”; BV “os demais”; HR diz “todos os mais”. (Veja também Lucas 21:29 na BLH e Filipenses 2:21 na PIB.) Em harmonia com todas as outras coisas que a Bíblia diz a respeito do Filho, a NM atribui o mesmo sentido a pán‧ta em Colossenses 1:16, 17, de modo que reza, em parte, “mediante ele foram criadas todas as outras coisas . . . Todas as outras coisas foram criadas por intermédio dele e para ele”. Assim, indica-se que ele é um ser criado, faz parte da criação produzida por Deus.[1]

Muitas pessoas querem saber a verdade sobre quem Jesus é, e a frase acima demonstra exatamente isso. Algumas pessoas acham que Ele é o Criador de todas as [outras] coisas encontradas no universo. Ou seja, embora seja Ele um ser criado por Jeová, ele é criador com Ele de todas as [outras] coisas. Isso é exatamente o que lemos na citação acima, retirada do livro Raciocínios. Mas, será isso mesmo verdade? Continue lendo “Como assim [outras] coisas?”

Tradução e Mitologia

Nos últimos anos o ofício da tradução bíblica tornou-se algo realizado larga e amplamente na internet em função do grande desenvolvimento de ferramentas de pesquisa do texto sagrado gratuitas, online e repleta de comentários disponíveis. Não são poucos os posts que falam sobre as escrituras que usam desses recursos para falar sobre os acertos ou erros da tradução bíblica.

Entretanto, isso não significa que o que sem tem produzido segue com um bom padrão de qualidade, afinal, muitas dessas ferramentas de pesquisa não realizam a tradução, apenas apresentam informações que são compiladas e organizadas por pessoas sem preparo para realizar uma tradução e sem especialização na área para perceberem que grande parte desse material é gratuito por ser antigo o suficiente para ser distribuído legalmente. Continue lendo “Tradução e Mitologia”

Jesus afirmou ser Deus?

O CONCEITO da Bíblia é claro. Não apenas é o Todo-poderoso Deus, Jeová, uma personalidade à parte de Jesus, mas Ele é sempre superior. Jesus sempre é apresentado como pessoa à parte e menor, um humilde servo de Deus. É por isso que a Bíblia diz claramente que “a cabeça do Cristo é Deus” assim como “a cabeça de todo homem é o Cristo”. (1 Coríntios 11:3) E é por isso que o próprio Jesus disse: “O Pai é maior do que eu.” — João 14:28,  O fato é que Jesus não é Deus e nunca afirmou ser. Deve-se crer na Trindade, pp.20. Continue lendo “Jesus afirmou ser Deus?”

Para onde foi Enoque?

No dia 11 de Maio de 2010, publiquei um artigo sobre sobre as diferentes histórias encontradas nas genealogias de Caim e Sete, descritas em Gênesis num artigo chamado Duas Gerações – Duas Histórias. A idéia do post era ser um comentário expositivo sobre o texto de Gênesis 4 e 5 demonstrando a diferença entre os acontecimentos narrados entre os descendentes de Caim e Sete. Continue lendo “Para onde foi Enoque?”

Doutrina da Trindade Antes de Nicéia

Esse post traz a reunião de algumas das citações dos Pais da Igreja antes de Nicéia sobre a Trindade, a Pessoa de Deus, a Pessoa de Cristo e do Espírito Santo. Na mentalidade desses autores, Deus é Trino, o Filho é Deus, e o Espírito Santo também. Será elucidativo para o leitor verificar se esses homens de Deus estão equivocados à luz das escrituras. Ao que tudo indica, tais homens sujeitos a falhas defenderam o que as escrituras ensinam, muito embora possam ter cometido erros no decorrer do caminho. Continue lendo “Doutrina da Trindade Antes de Nicéia”

Jesus: Yahweh Nossa Justiça

A doutrina de Cristo é uma doutrina central no cristianismo: Não é possível falar de Cristianismo sem Cristo. Para fundamentar essa doutrina nada melhor do que recorrer às escrituras como alicerce das nossas convicções sobre Cristo, antes de qualquer doutrina formalizada.

É bem verdade que muitas são as pessoas que tratam da doutrina como anterior as Escrituras e defendem ideais lógicos, mas não verdadeiros diante das escrituras. Esse equívoco percorreu a história do cristianismo, especialmente no que se refere a doutrina da Divindade de Cristo. Diversos movimentos heréticos perverteram as escrituras ao retirar de Cristo qualidades divinas claramente ensinadas pelas escrituras. Continue lendo “Jesus: Yahweh Nossa Justiça”

Jesus: Deus-Homem

Os que são leitores a mais tempo do Teologando sabem que o autor deste blog tem dedicado tempo e recursos para estudar a Pessoa de Cristo, seja em questões léxicas, de crítica textual ou interpretação. Os que chegam a esse post e gostariam de mais informações sobre o assunto, recomendo buscar na Barra Lateral os artigos sobre Cristologia. Continue lendo “Jesus: Deus-Homem”